Novidades

Certificação de Produto Orgânico

Certificação Produto orgânico

Certificação de produto orgânico

A proteína de arroz integral da VeganWay possui certificação de produto Orgânico emitido pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. O selo USDA indica que a matéria-prima está dentro dos padrões para comercialização no rígido mercado de orgânicos americano. O USDA Organic é uma das mais conhecidas e respeitadas organizações internacionais de controle dessa categoria de produtos.

O selo orgânico do USDA é apoiado por um sistema de certificação que verifica se os agricultores ou instalações de manejo localizadas em qualquer lugar do mundo cumprem os Regulamentos Orgânicos do USDA.

A certificação de produto orgânico envolve cinco etapas:

PASSO 1: Desenvolva um plano de sistema orgânico. O plano do sistema orgânico é a base do processo de certificação orgânica. Criado pelo produtor ou manipulador que busca a certificação, detalha como uma operação atenderá à regulamentação com base em suas características únicas.

Embora os planos difiram com base no tipo de operação e nas necessidades, eles abordam todas as práticas dos sistemas agrícolas ou de manuseamento, tais como cultivo, pastoreio, colheita, armazenamento e transporte. Eles também especificam substâncias aprovadas utilizadas durante o processo de cultivo ou manuseio, práticas de monitoramento para sistemas orgânicos, sistemas de manutenção de registros e barreiras que impedem a mistura com produtos não orgânicos ou o contato com substâncias proibidas.

PASSO 2: Implementar o plano do sistema orgânico. Faça com que seja revisado por um agente certificador. As operações orgânicas são certificadas por entidades privadas, estrangeiras ou estatais credenciadas pelo USDA. Essas entidades são chamadas de agentes certificadores e estão localizadas nos Estados Unidos e em todo o mundo. Os agentes certificadores são responsáveis ​​por garantir que os produtos orgânicos atendam a todos os padrões orgânicos.

PASSO 3: Receba a inspeção. Toda operação que solicita certificação orgânica é primeiramente inspecionada no local por um agente certificador. Essas inspeções abrangentes de cima para baixo diferem em escopo dependendo da fazenda ou instalação. Por exemplo, para as culturas, incluem a inspecção dos campos, as condições do solo, a saúde das culturas, as abordagens à gestão de ervas daninhas e outras pragas das culturas, os sistemas de água, as áreas de armazenamento e os equipamentos. Para o gado, incluem a inspecção dos registos de produção e compra de alimentos, rações alimentares, condições de vida dos animais, práticas preventivas de gestão da saúde (por exemplo, vacinações), registos de saúde e o número e condição dos animais presentes na exploração. Em uma instalação de manuseio ou processamento, um inspetor avalia as áreas de recebimento, processamento e armazenamento usadas para ingredientes orgânicos e produtos acabados.

PASSO 4: Peça a um agente de certificação que analise o relatório de inspeção. O inspetor apresenta as conclusões ao agente certificador após a observação das práticas na fazenda ou instalação, comparando-as com o plano do sistema orgânico. Além dos pontos de inspeção mencionados acima, o inspetor também apresenta uma avaliação do risco de contaminação por materiais proibidos e pode até coletar amostras de solo, tecidos ou produtos, conforme necessário. O inspetor também analisa perigos potenciais e pontos críticos de controle e garante que os procedimentos para prevenir a contaminação sejam adequados. A partir daí, todas as conclusões são apresentadas ao agente certificador para revisão.

PASSO 5: Receba uma decisão do certificador. Se uma operação estiver de acordo com as regras, o agente certificador emite um certificado orgânico listando os produtos que podem ser vendidos como orgânicos daquela operação. A fazenda ou instalação orgânica continua a atualizar seu plano à medida que modifica suas práticas, e uma inspeção é feita pelo menos uma vez por ano para manter a certificação.

O QUE É A CERTIFICAÇÃO ORGÂNICA

A Certificação Orgânica permite que uma fazenda ou instalação de processamento venda, rotule e represente seus produtos como orgânicos. A marca orgânica oferece aos consumidores mais opções no mercado. O USDA protege as opções do consumidor protegendo o selo orgânico.

Qualquer operação orgânica que viole os regulamentos orgânicos do USDA enfrenta ações de fiscalização, que podem incluir penalidades financeiras ou suspensão/revogação do seu certificado orgânico.

 

Fonte: https://www.ams.usda.gov/services/organic-certification/certification