Atendimento (48) 3307-1731

CARACTERÍSTICAS

  • 23g de proteína por porção
  • USDA Organic Certified
  • Alto teor de BCAA e Arginina
  • Low Carb (1% VD*)
  • Muito Baixo em Sódio
  • Fonte natural de Fibra Alimentar
  • Sem lactose/glúten/soja/ovo
  • Sem adição de açúcares
  • Sem corantes artificiais
  • Sem transgênicos
  • Pote 900g

* VD = Valor Diário recomendado para consumo pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para um adulto saudável, com base numa dieta de 2000kcal ou 8400kJ por dia.

BENEFÍCIOS

  • Auxilia na recuperação e nutrição muscular
  • Ideal para atletas de qualquer modalidade
  • Perfeito para veganos e vegetarianos
  • Excelente opção para intolerantes à lactose, celíacos, diabéticos*
  • Para qualquer esportista em busca de suplementação natural e saudável

 

  • * Consulte antes seu nutricionista ou médico.

SAIBA MAIS

Arroz Integral Biofermentado

A fermentação é um processo que acontece sem a presença de oxigênio (anaeróbio) e provoca a transformação de uma substância em outra. No caso da proteína de arroz integral a fermentação é biológica, ou seja, realizada por enzimas orgânicas de forma natural e sem o uso de solventes químicos. Isso favorece o conteúdo proteico do produto, adiciona vitaminas e minerais, e ainda promove a biodisponibilidade de nutrientes importantes, como o Ferro e o Zinco.

BCAA

BCAA é a sigla para Branched Chain Amino Acids, em português ‘Aminonácidos de Cadeia Ramificada’, composta por 3 aminoácidos específicos: Leucina, Isoleucina e Valina, que representam ⅓ do tecido muscular. Eles fazem parte do grupo de 8 aminoácidos chamados essenciais, aqueles que não são produzidos pelo organismo e, portanto, devem ser ingeridos pela alimentação.

Leucina

A Leucina é o único aminoácido de cadeia ramificada usado como fonte de energia pelos músculos, sendo rapidamente convertida em glicose. Dessa forma, previne o catabolismo, evitando que o corpo queime massa magra para repor a demanda por energia durante e após um treino intenso. Também ajuda a promover saúde dos ossos, pele e músculos, sendo recomendada por médicos para auxiliar pessoas que passaram por cirurgias.

Isoleucina

A Isoleucina é utilizada pelo corpo especialmente na construção dos tecidos celulares. Depois de ingerida, é absorvida pelo intestino delgado e transportada pelo sangue até o fígado, onde uma parte é canalizada para a síntese de proteínas e a outra é catabolizada (na presença de vitamina B12) para a produção de energia. Tem papel no aumento da produção de hemoglobina, ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue e auxilia na recuperação muscular pós-treino. Estudos recentes parecem indicar que, assim como a Leucina, a Isoleucina também auxilia na queima de gordura.

Valina

A Valina tem papel direto na construção e tônus muscular e na regeneração dos tecidos, auxiliando inclusive a cicatrização pós-cirúrgica. Entre outros benefícios, combate a insônia e o nervosismo, reduz o apetite, regula o sistema imunológico e o metabolismo, e ajuda a manter a quantidade adequada de nitrogênio no corpo.

Arginina

A Arginina tem participação direta na formação de óxido nítrico (NO), um importante vaso dilatador que contribui para o aumento de força durante o treino. Além disso, o óxido nítrico é também um neurotransmissor com diversas funções em no cérebro. E mais:

  • é precursora da creatina, importante substrato do metabolismo energético
  • ajuda na construção de novas células nos ossos e tendões, podendo apresentar resultados benéficos no tratamento da artrite e desordens do tecido conjuntivo
  • está presente na síntese da ureia, auxiliando na remoção de amônia do organismo

Ferro

O ferro participa na síntese de proteínas e na renovação celular. 80% de sua concentração total é dedicada à formação de uma das principais moléculas sangüíneas, a hemoglobina, responsável por transportar oxigênio para as células e retirar delas o dióxido de carbono, realizando, assim, a produção e liberação de energia para o corpo. Assim como o transporte de oxigênio, diversas enzimas dependem do Ferro para gerar energia para o corpo. O cérebro também se alimenta de Ferro e sua deficiência pode resultar em falta de atenção, tristeza, depressão e até comportamentos estranhos, como a vontade de comer barro e tijolo, ou de mastigar gelo. Sua deficiência também é notada pela queda de cabelo, fraqueza ou deformidade das unhas, fissuras nos cantos dos lábios, e depressão do sistema imunológico, entre outros. Já os alimentos ricos em Cálcio, fitatos (encontrados nos cereais integrais, por exemplo) e polifenóis (presentes em doces, vinho tinto, algumas ervas e no chocolate) diminuem a eficiência na absorção do Ferro. Alimentos naturalmente pobres em Ferro podem ser ‘enriquecidos’ por meio do cozimento em uma panela de ferro.

Os alimentos de origem vegetal mais ricos em Ferro são cereais (quinoa, aveia, trigo, cevada, e pães com farinha 100% integral), os feijões branco, preto e carioca, verduras (agrião, rúcula, mostarda), frutas secas (damasco, uva passa com semente), sementes (abóbora, gergelim, girassol, linhaça), entre outros. Coma sempre acompanhado de uma fonte de vitamina C para otimizar sua absorção.

Fósforo

Um dos elementos mais essenciais para o organismo, o Fósforo só perde para o Cálcio em abundância nos tecidos humanos, atuando em funções diversas no organismo: digestão, excreção, formação de proteínas, equilíbrio hormonal, extração de energia, reparação de células, reações químicas, utilização de nutrientes.  E mais:

  • é crítico na formação de ossos e dentes e no crescimento de tecidos
  • atua na contração muscular, auxiliando na manutenção estável dos batimentos cardíacos
  • participa ativamente do metabolismo dos glicídios
  • previne a perda de memória

Alimentos de origem vegetal ricos em fósforo incluem sementes de girassol e abóbora, castanha-do-pará, castanha-de-caju, amendoim, ervilha, arroz, brócolis, entre outros.

Magnésio

Considerado um mineral chave para a vida (ficando atrás apenas do Potássio), o Magnésio participa em mais de 300 reações no organismo, exercendo grande influência nos processos bioquímicos e fisiológicos, com destaque para sua extrema importância no sistema cardiovascular, onde gera os impulsos elétricos que fazem o coração bater no ritmo certo e de forma uniforme. E mais:

  • participa ativamente na absorção do Cálcio e na conversão da vitamina D na sua forma ativa, processo essencial para a mineralização óssea e a saúde dos dentes.
  • é importante na performance cognitiva, na melhoria do desempenho físico e na contração muscular
  • gera efeitos positivos no nível do bom colesterol e triglicerídios, entre muitas outras funções
  • seu equilíbrio é importante na prevenção da diabetes e da síndrome metabólica
  • a falta de magnésio acelera o processo de envelhecimento e está associado à algumas doenças crônicas como diabetes, osteoporose, artrose, artrite, cálculos renais, depressão, entre outras.

Um adulto saudável deve ingerir de 320 a 420mg/dia de Magnésio, o que é facilmente alcançado e mantido com uma alimentação nutritiva. Em 100g de flocos de aveia, por exemplo, já se obtém 122mg de magnésio, na mesma quantidade de feijão, 142mg. As fontes vegetais mais ricas em Magnésio inluem cereais, leguminosas, frutas secas, Tofu e folhas verdes.

Fibra

As fibras são carboidrados que não produzem energia para o corpo, seu papel é interferir nos movimentos do sistema gastrointestinal, melhorando a nossa disposição e bom humor. As fibras não são digeridas pelo organismo, mas é exatamente por essa razão que são tão importantes para a saúde e a redução no risco de doenças. Existem as fibras solúveis (que diminuem o trânsito intestinal, contribuindo para a qualidade de vida das pessoas que sofrem de intestino solto e diarréias frequentes) e as insolúveis (que aumentam o trânsito intestinal, diminuindo a constipação). As fibras ainda têm efeito positivo sobre a mucosa e microbiota intestinal, fortalecendo as bactérias benéficas, que são essenciais para proteger esse órgão contra infecções.

23g de proteína por porção • Pote 900g • Rende 30 porções

Delicioso sabor Morango • Com beterraba integral em pó

MODO DE PREPARO

Misturar 30g (4 dosadores) em 250ml de água gelada, leite vegetal ou bebida de sua preferência, até total dissolução. Tomar em seguida.

INGREDIENTES

Proteína concentrada de arroz integral (Oryza sativa), beterraba integral em pó, espessante goma xantana, aroma idêntico ao natural frutas vermelhas, antiumectante dióxido de silício e acidulante ácido cítrico. Não contém glúten.

Proteína com polpa de beterraba em pó natural poder ergogênico - VeganWay
TABELA NUTRICIONAL
  Informação Nutricional     Quantidade por porção (30g)     VD%*  
Valor Energético 104Kcal=436kJ 5%
Carboidratos  3,1g 1%
Proteínas 23g 31%
Gorduras Totais 0,0g 0%
Gorduras Saturadas 0,0g 0%
Fibra alimentar 1,7g 7%
Sódio 10mg 0%
Cálcio 2,72mg 0%
Ferro 0,96mg 7%
Manganês 0,03mg 1%
Fósforo 55mg 8%
Magnésio 2,43mg 1%

Não contém quantidades significativas de gorduras trans. *% Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2000kcal ou 8400kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. 

AMINOGRAMA TÍPICO POR DOSE DE 30g
  AMINOÁCIDOS     mg  
Ácido Aspártico 2594
Ácido Glutâmico 5189
Alanina 1607
Arginina 2256
Cisteína 564
Fenilalanina 1579
Glicina 1269
Histidina 649
Isoleucina* 1184
Leucina* 2397
Lisina 846
Metionina 790
Prolina 1269
Serina 1495
Tirosina 1382
Treonina 1043
Triptofano 367
Valina* 1664
  *BCAA Total     5250  

PERGUNTAS FREQUENTES • Rice Protein Raw

O QUE É O RICE PROTEIN RAW DA VEGANWAY?

Rice Protein Raw é a proteína concentrada de arroz integral biofermentado da VeganWay, uma opção super saudável de suplementação proteica de alto valor biológico, com todos os aminoácidos essenciais, baixo teor de carboidratos, muito baixo em sódio. O processo de fermentação é natural – ou seja, feito por enzimas e sem o uso de solventes – o que favorece para uma melhor digestão e maior absorção dos nutrientes pelo organismo. O processo também elimina antinutrientes comuns aos grãos de cereais, aumentando o valor nutricional desta proteína.

PORQUE ESCOLHER RICE PROTEIN RAW?

Rice Protein Raw da VeganWay é uma opção saudável e natural para quem precisa aumentar o aporte proteico mas não quer se expor a alergênicos, transgênicos e corantes artificiais. É um alimento de pH alcalino (não agride o organismo) naturalmente rico em minerais, antioxidantes e outros nutrientes essenciais, sendo uma excelente fonte alimentar para atletas de endurance.

QUANDO TOMAR RICE PROTEIN RAW

  • PRÉ-TREINO
  • PÓS-TREINO

MODO DE PREPARO

Misturar 30g (4 dosadores) em 250ml de água gelada, leite vegetal ou bebida de sua preferência, até total dissolução. Tomar em seguida.

PARA QUEM É O RICE PROTEIN RAW DA VEGANWAY?

Rice Protein Raw da VeganWay é feito para praticantes de qualquer modalidade esportiva, veganos ou não, que tenham por objetivo melhorar sua performance e obter os melhores resultados no ganho/manutenção de massa magra e no aumento da resistência física. É uma fonte proteica eficiente para os praticantes de exercícios prolongados (endurance) como maratonas, ultramaratonas e triathlons, práticas que promovem grande degradação da proteína corporal e diminuição da síntese proteica. É um alimento hipoalergênico pois não contém lactose, soja, ovos ou glúten, isento de corantes artificiais e livre de transgênicos.

RICE PROTEIN RAW DA VEGANWAY É UMA PROTEÍNA COMPLETA?

Rice Protein Raw da VeganWay apresenta um perfil de aminoácidos completo, contendo todos os 9 aminoácidos essenciais, além de ser rico em Arginina e BCAA (Leucina, Isoleucina e Valina) que são importantes para a recuperação muscular. Pode ser alternado com outras fontes proteicas vegetais para enriquecimento nutricional.

RICE PROTEIN RAW DA VEGANWAY É VEGANO? É 100% VEGETAL?

Assim como todos os produtos da VeganWay, Rice Protein Raw é feito com arroz integral (Oryza Sativa) fermentado por enzimas biológicas, não envolvendo nenhum processo químico, solventes ou ingredientes de origem animal em sua produção.

Peso 1050.000 g
Dimensões 14 x 14 x 22 cm

Produtos Relacionados